Receba as newsletters da ABEN:
Imagem loading
English

Pesquise uma Notícia

Por Data:

Ver Mais: 1 : 2 : 3 : 4 : 5 : 6 : 7 : 8 : 9 : 10

Programa de Educação Ambiental da INB recebe certificado de mérito do Ibama

(26/11/18) Nos dias 22 e 23 de novembro, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizou o primeiro Fórum Expositor de Educação Ambiental no Licenciamento Federal, em Brasília. Somente sete empreendimentos em todo o Brasil foram selecionados pelo Instituto para compartilhar a experiência desde a concepção do Programa de Educação Ambiental até a execução das atividades. Essas iniciativas receberam o primeiro certificado de mérito do Ibama pela excelência dos trabalhos desenvolvidos pelas empresas.

O Programa de Educação Ambiental da Fábrica de Combustível Nuclear (FCN), uma das unidades das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), foi apresentado pela bióloga Flávia Cristina de Almeida Cordovil Pires. O presidente da empresa, Reinaldo Gonzaga, um dos poucos dirigentes a prestigiar o evento, destacou que estão previstos mais investimentos nessa área já para o próximo ano.

Também foram apresentados os Programas da Vale em Carajás, da Usina Termelétrica Pampa Sul, do Gasoduto Campinas Rio – Gascar, da Linha de Transmissão Itatiba – Bateias, da Linha de Transmissão Porto Velho – Araraquara e da Usina Termelétrica Porto do Itaqui.

A analista ambiental do Ibama, Rita Pereira, organizadora do evento, ficou satisfeita com os resultados alcançados. "A gente achou importante expor os empreendimentos que têm trabalhado com Educação Ambiental para alinhar algumas diretrizes, trocar experiências, enfim aprender um com o outro", disse. "O resultado foi além da expectativa, pois ocorreram debates muito bons, que com certeza trarão bons frutos. Essa diversidade de projetos só faz fortalecer a educação ambiental no Brasil", complementou já sinalizando que o evento deve ser realizado todos os anos.

Um dos precursores do debate sobre Educação Ambiental no Brasil, José Silva Quintas enriqueceu os debates nos dois dias e ainda fechou o evento com a palestra "Educação Ambiental na Gestão Ambiental Pública". "Pelo menos dos projetos que vi, já conseguiram uma etapa fundamental nos trabalhos: que é a organização", afirmou, destacando que a organização deve ser coletiva e qualificada. "Depois da organização vocês têm que agir, interferindo nas políticas sociais e ambientais implantadas no lugar que vocês moram. A defesa do meio ambiente é inseparável da cidadania, que é uma ação coletiva nos espaços públicos", argumentou.

O evento foi iniciado com uma palestra do Ibama contemplando as diretrizes que devem ser seguidas pelas empresas na condução de seus Programas de Educação Ambiental. Contou também com as palestras: "As macrotendências político-pedagógicas que norteiam a Educação Ambiental na esfera pública e na vida política"; "Programas Regionais de Educação Ambiental: a proposta do licenciamento de petróleo e gás"; "Sistema de Avaliação de projetos de Educação Ambiental" e uma apresentação do Comitê Intersetorial Permanente de Educação Ambiental (Cipea).

Foto: A bióloga Flávia Pires apresentou o Programa de Educação Ambiental da FCN / Divulgação Indústrias Nucleares do Brasil (INB)

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Indústrias Nucleares do Brasil (INB)

Associação Brasileira de Energia Nuclear

Rua Candelária, nº 65, 14º andar - Centro, Rio de Janeiro (RJ) - CEP 20.091-906 / Tel: (21) 2266-0480 / (21) 2588-7000 - ramal 4721