Receba as newsletters da ABEN:
Imagem loading
English

Pesquise uma Notícia

Por Data:

Ver Mais: 1 : 2 : 3 : 4 : 5 : 6 : 7 : 8 : 9 : 10

Primeiro dia da INAC 2019 começa com debates sobre novas usinas nucleares do Brasil

(21/10/19) Começou hoje (21) a International Nuclear Atlantic Conference (INAC), na cidade de Santos (SP), de olho no futuro do mercado de geração de energia nuclear no Brasil. O governo, como se sabe, já sinalizou a intenção de construir até seis novas usinas no país até 2050. Já até existe uma área mapeada para receber uma nova central nuclear, no município de Itacuruba, em Pernambuco. Por isso, o evento teve uma mesa de debate para analisar esse cenário. Além disso, como a programação do evento é muito diversificada, outros tópicos estão na agenda, desde a discussão sobre a retomada das obras de Angra 3 até questões como a quebra do monopólio estatal e a utilização do tório para fins de geração.

Hoje, durante a cerimônia de abertura do evento, vários importantes nomes da indústria nuclear brasileira marcaram presença, como o presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães, o diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, almirante Marcos Sampaio Olsen, o presidente da Associação Brasileira para Desenvolvimento das Atividades Nucleares (Abdan), Celso Cunha, o representante permanente do Brasil junto à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Marcel Fortuna Biato, o vice-almirante Ney Zanella dos Santos, entre outros.


O presidente da Abdan, Celso Cunha

O presidente da Eletronuclear voltou a falar sobre os planos da construção da Unidade de Armazenamento a Seco para o combustível usado. O empreendimento será necessário porque a capacidade das piscinas que armazenam esse material em Angra 1 e Angra 2 se esgotará nos próximos anos. Já o presidente da Abdan falou do interesse dos agricultores em irradiação de alimentos, especialmente tendo em conta o acordo com a União Europeia. Conforme o Petronotícias informou, existe uma grande expectativa em torno de um possível aumento no uso da irradiação de alimentos no Brasil, que abriria novos mercados internacionais para os alimentos produzidos no país, além da expansão do uso do conhecimento na medicina nuclear, um mercado em grande expansão no Brasil.

A INAC será realizada até a próxima sexta-feira (25). Paralelamente ao congresso, acontecem outros eventos: o XXI Encontro de Física de Reatores e Termohidráulica (XXI ENFIR), o XIV Encontro de Aplicações Nucleares (XIV ENAN), o VI Encontro da Indústria Nuclear (VI ENIN), a ExpoINAC 2019, a 8ª edição da Junior Poster Technical Sessions (sessão de pôsteres para estudantes de graduação) e o 1º Workshop Internacional sobre Tório (ITHOR-WS). A International Nuclear Atlantic Conference é realizada a cada dois anos.

Fotos: Divulgação Petronotícias-RJ

Fonte: Petronotícias-RJ (a matéria original está disponível aqui)

Associação Brasileira de Energia Nuclear

Rua Candelária, nº 65, 14º andar - Centro, Rio de Janeiro (RJ) - CEP 20.091-906 / Tel: (21) 2266-0480 / (21) 2588-7000 - ramal 4721