Receba as newsletters da ABEN:
Imagem loading
English

Pesquise uma Notícia

Por Data:

Ver Mais: 1 : 2 : 3 : 4 : 5 : 6 : 7 : 8 : 9 : 10

INB realiza testagem rápida da COVID-19 em todas as suas unidades


Teste realizado em empregada da Unidade
em Descomissionamento de Caldas
Divulgação INB

(27/05/20) A Indústrias Nucleares do Brasil (INB) realiza, desde 13/05, a testagem rápida do Coronavírus/COVID-19 de todos os seus colaboradores, que inclui empregados, estagiários, terceirizados e contratados para serviços eventuais. A estimativa é que sejam feitos aproximadamente 2 mil exames iniciais em colaboradores de todas as unidades da empresa: Rio de Janeiro/RJ, Resende/RJ, Buena/RJ, Caetité/BA, Caldas/MG, São Paulo/SP e Fortaleza/CE. Inicialmente a INB fez a aquisição de 3 mil testes. Até o dia 26 de maio, foram realizados 111 testes na Unidade em Descomissionamento de Caldas.

Como a empresa atua com efetivo reduzido, os exames irão acontecer em fases. Até o dia 26/05, foi realizada a testagem de colaboradores que no momento atuam nas instalações da INB com objetivo de manter as atividades essenciais (profissionais de saúde, segurança, transporte, alimentação, manutenção, entre outros). Para a primeira fase da campanha (13 a 26 de maio), foram distribuídos 763 testes.

Entre os dias 20 de maio e 30 de junho serão testados colaboradores em regime de rodízio. O exame será finalizado posteriormente com os demais que retornarem às atividades presenciais. A previsão é que esses testes sejam realizados entre os dias 8 e 30 de junho.

Para evitar aglomerações, os colaboradores estão sendo convocados pela Medicina Ocupacional de cada unidade. Após a coleta, o colaborador deverá aguardar a resposta do exame que demora em torno de 15 (quinze) minutos. Caso o resultado seja inválido, o teste deverá ser repetido. Na ocorrência de o teste identificar IgM positivo/IgG Negativo ou IgM positivo/IgG Positivo, o colaborador é orientado a iniciar quarentena de 14 dias, imediatamente, e os demais que tiverem tido algum contato serão monitorados (testados após o período de contaminação), seguindo o Protocolo de abordagem de casos suspeitos e confirmados do Coronavírus/COVID-19 nas unidades da INB.

A INB se enquadra nos serviços públicos essenciais estabelecidos no Decreto n° 10.282, publicado pelo Governo Federal em 20 de março de 2020, e por isso não pode paralisar totalmente as suas atividades.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Indústrias Nucleares do Brasil (INB)

Associação Brasileira de Energia Nuclear

Rua Candelária, nº 65, 14º andar - Centro, Rio de Janeiro (RJ) - CEP 20.091-906 / Tel: (21) 2266-0480 / (21) 2588-7000 - ramal 4721