Receba as newsletters da ABEN:
Imagem loading
English

Pesquise uma Notícia

Por Data:

Ver Mais: 1 : 2 : 3 : 4 : 5 : 6 : 7 : 8 : 9 : 10

INAC 2019: rejeitos radioativos e modelo de negócios de novas usinas nucleares em foco

(23/10/19) A International Nuclear Atlantic Conference - INAC 2019 (Conferência Internacional Nuclear do Atlântico) teve início na manhã desta quarta-feira, dia 23/10, com a mesa redonda ENFIR/ENAN/ENIN sobre repositório de rejeitos radioativos: abordagens nacionais e internacionais, conduzida pelo pesquisador Rogério Mourão, do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN/Cnen), e composta por Jiri Faltejse (Agência Internacional de Energia Atômica - AIEA), Nicolas Solente (Andra / França) e Clédola Cássia Tello (CDTN/Cnen).

Os especialistas estrangeiros abordaram as experiências que possuem na área de repositório de rejeitos radioativos, com o da AIEA dando destaque a parâmetros e exemplos mundo afora e o francês apresentando dados do país. Por lá, por exemplo, existem 1.200 produtores de rejeitos radioativos, dos quais 58% oriundos do setor de geração elétrica, 29% de pesquisa, 1% de saúde, 3% de indústria e 9% de defesa. Nicolas Solente também mencionou que a Agência Nacional Francesa de Gestão de Rejeitos Radioativos possui 673 empregados e três principais missões: pesquisa e desenvolvimento, projeto e desenvolvimento de instalação de depósito de rejeitos e operação e monitoramento.

A pesquisadora Clédola Cássia Tello abordou o CENTENA (antigo RBMN), projeto o qual poderá ter a definição de potenciais locais para instalação no início de 2020. Esse empreendimento, que utiliza repositórios na superfície na França e na Espanha como referências, será mais complexo que o de Abadia de Goiás, uma vez que abrigará maior número de radionuclídeos. A busca pelo local ideal para instalação do CENTENA considerará todas as necessidades do projeto, uma atualizada base georeferencial, análise de riscos – incluindo custos globais, como recursos humanos da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) e plano de comunicação – e aceitação pública da comunidade local – a exemplo do que faz a Andra.

Modelo de negócios para novas usinas nucleares - No mesmo horário, ocorreu essa palestra, ministrada por Felipi Bonaldo Alves,diretor da Alvarez & Marsal Brasil, dentro do VI Encontro da Indústria Nuclear (VI ENIN).

INAC 2019 - A INAC 2019 ocorre no Mendes Convention Center, em Santos, no Estado de São Paulo, até esta quinta-feira, dia 24 – o dia 25/10 está reservado para uma visita técnica ao Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen/Cnen), na cidade de São Paulo. Em sua 9ª edição, a INAC 2019 possui o tema "Nuclear New Horizons: Fueling our Future" ("Novos Horizontes do Setor Nuclear: Sustentando nosso Futuro"). O objetivo é promover uma discussão sobre o papel essencial da ciência e tecnologia nuclear em todas as suas aplicações para o benefício e desenvolvimento da sociedade. São explorados temas da energia nuclear como uma fonte que gera demanda industrial, emprego e desenvolvimento socioeconômico e contribui para as metas ambientais nos países e nas regiões em que opera. Promovida pela Associação Brasileira de Energia Nuclear (Aben) a cada dois anos, a INAC congrega diversas empresas nacionais e estrangeiras e universidades de todo o País.

Paralelamente à INAC 2019, ocorrem o XXI Encontro de Física de Reatores e Termohidráulica (XXI ENFIR), o XIV Encontro de Aplicações Nucleares (XIV ENAN), o VI Encontro da Indústria Nuclear (VI ENIN), a ExpoINAC 2019, a 8ª edição da Junior Poster Technical Sessions (sessão de pôsteres para estudantes de graduação) e o 1º Workshop Internacional sobre Tório (ITHOR-WS).

Fotos: Bernardo Barata de Andrade

Site oficial da INAC 2019: http://www.inac2019.org.br/

Associação Brasileira de Energia Nuclear

Rua Candelária, nº 65, 14º andar - Centro, Rio de Janeiro (RJ) - CEP 20.091-906 / Tel: (21) 2266-0480 / (21) 2588-7000 - ramal 4721