Receba as newsletters da ABEN:
Imagem loading
English

Pesquise uma Notícia

Por Data:

Ver Mais: 1 : 2 : 3 : 4 : 5 : 6 : 7 : 8 : 9 : 10

Estudo revela potencial de empregos da indústria nuclear e europeus fazem acordo para gerar vagas no setor

(08/08/18) Os recentes números de desemprego no Brasil, revelados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), demonstram o drama de milhões de brasileiros que estão à margem do mercado de trabalho. Os indicadores da economia são bem tímidos e, por isso, o cenário para o futuro ainda não é animador. Contudo, opções para tentar reverter o quadro estão na mesa do governo federal. Entre erros e acertos do Palácio do Planalto, uma decisão digna de elogios é o esforço em retomar as obras de Angra 3, paralisadas desde 2015. O investimento na opção nuclear não é apenas atrativo em termos de matriz energética.

Dados apresentados pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), citando um estudo feito por Donald Harker e Peter Hans Hirschboeck, indicam que a cada dois megawatts (MW) novos de energia nuclear, um novo emprego local é criado. O documento ainda detalha que a fonte é a que tem maior potencial de geração de vagas dentre todas as demais, levando em consideração a capacidade média de potência dos empreendimentos. Em breve, esses números devem ganhar vida em dois países europeus – Inglaterra e França –, que estão depositando suas fichas na geração nuclear.

Leia a notícia completa aqui.

Fonte: Petronotícias - RJ

Associação Brasileira de Energia Nuclear

Rua Candelária, nº 65, 14º andar - Centro, Rio de Janeiro (RJ) - CEP 20.091-906 / Tel: (21) 2266-0480 / (21) 2588-7000 - ramal 4721