Receba as newsletters da ABEN:
Imagem loading
English

Pesquise uma Notícia

Por Data:

Ver Mais: 1 : 2 : 3 : 4 : 5 : 6 : 7 : 8 : 9 : 10

Angra 2 faz parada de reabastecimento

(16/06/20) A Eletronuclear dará início à parada de reabastecimento de combustível de Angra 2 à 0h da próxima segunda-feira (22). Levando em conta que o país e o mundo estão atravessando a pandemia da covid-19, a empresa reduziu ao mínimo necessário o escopo das atividades. Desta forma, poderá assegurar mais um ciclo de operação segura e confiável para a unidade.

A companhia está aproveitando a experiência de usinas nucleares ao redor do mundo que executaram, estão executando ou planejando paradas de reabastecimento e manutenção neste período. Além disso, se atualiza constantemente sobre a questão junto a organismos internacionais, como a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e a Associação Mundial de Operadores Nucleares (Wano, na sigla em inglês).

O diretor de Operação e Comercialização da Eletronuclear, João Carlos da Cunha Bastos, ressalta que esta será uma parada inédita, bastante difícil e trabalhosa. "Tenho a certeza de que, com o profissionalismo, a capacitação e o comprometimento dos profissionais envolvidos, iremos realizá-la com sucesso. Manter nossa geração disponível é essencial para o Brasil neste grave momento que estamos vivendo e, também, para assegurar o equilíbrio econômico da empresa", conclui.

Uma parada típica de Angra 2 envolve a realização de, aproximadamente, 4.500 atividades programadas. Para minimizar o número de trabalhadores envolvidos e o tempo de duração, a Eletronuclear fez uma avaliação detalhada de todo o planejamento, priorizando as tarefas essenciais para a segurança e a confiabilidade da usina. Com isso, foram programadas 1.100 atividades. Além da descarga e recarga do núcleo, serão realizados diversos trabalhos de manutenção, inspeções e testes requeridos nas especificações técnicas da unidade.

O volume de contratações para uma parada de Angra 2 fica em torno de 1.100 profissionais nacionais e aproximadamente 90 internacionais. Para a atual, a Eletronuclear contratou apenas 170 trabalhadores brasileiros e cinco especialistas estrangeiros. O grande desafio será realizar cerca de 20% das atividades de uma parada típica com em torno de 15% do pessoal normalmente disponível.

Para tanto, a companhia está fazendo uma grande mobilização dos empregados que trabalham em Angra 1. Estes profissionais irão se somar aos de Angra 2 e, juntos, formarão um time de especialistas que coordenará, supervisionará e executará as atividades planejadas.

Segurança sanitária

Para minimizar o risco de contaminação do pessoal envolvido na parada, a Eletronuclear está adotando uma série de medidas de segurança sanitária. Veja as principais:

• Realização de exames médicos especiais para todos os contratados, incluindo testes rápidos de diagnóstico da covid-19. Um primeiro teste foi realizado antes mesmo da contratação. Após um período de quarentena, o contratado fará um novo exame imediatamente antes de começar a trabalhar. Um terceiro teste acontecerá sete dias após o início das atividades do profissional;

• Todos os contratados passaram por um treinamento especial sobre os protocolos implementados pela Eletronuclear durante a pandemia. Além disso, receberam uma cartilha com procedimentos de conduta a serem respeitados durante a parada, assim como os referidos protocolos. Todos assinaram um termo de concordância sobre as determinações da empresa;

• Os trabalhadores contratados permanecerão alojados nas hospedagens da Eletronuclear - localizadas nas vilas residenciais da companhia - durante a parada, incluindo a quarentena inicial. Esse isolamento será mantido até nas horas de repouso e nos dias de folga. A empresa fornecerá alimentação e suporte durante todo o período;

• Todo o efetivo será dividido em duas turmas, da forma mais equânime possível;

• Para reduzir a aglomeração na entrada de Angra 2, parte dos empregados da Eletronuclear acessará a unidade por Angra 1;

• Serão respeitadas as normas de distanciamento mínimo, por meio de marcação no piso, para entrada e saída nas guaritas de acesso, portais de monitoração, refeitórios, etc;

• Serão instalados tapetes de higienização nos acessos a diversos pontos dentro de Angra 2;

• Serão disponibilizados álcool em gel e máscaras descartáveis para todos os contratados;

• Para um controle maior da saúde dos trabalhadores, serão montados postos de atendimento médico dentro de Angra 2 e na área das hospedagens;

• Será realizada a monitoração diária da temperatura corporal de todos os profissionais que vão trabalhar na parada.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Eletrobras Eletronuclear

Associação Brasileira de Energia Nuclear

Rua Candelária, nº 65, 14º andar - Centro, Rio de Janeiro (RJ) - CEP 20.091-906 / Tel: (21) 2266-0480 / (21) 2588-7000 - ramal 4721