Planta que simula processos industriais das usinas de Angra ajudará em capacitação

(14/06/17) Um novo equipamento promete tornar o treinamento dos técnicos e engenheiros da Eletronuclear ainda melhor: a planta termo-hidráulica. Desenvolvida pela empresa por meio da Gerência de Manutenção Integrada (GMI.O) em parceria com o Centro de Inspiração e Inovação Tecnológica (Ciitec) do Senai de Alagoas, ela simula, em escala reduzida, processos industriais como vazão, pressão, nível e temperatura, utilizando tecnologia de ponta.

A plataforma será de grande importância para auxiliar nos treinamentos práticos, possibilitando que os empregados utilizem diversos equipamentos, instrumentos e controladores iguais ou similares aos que existem nas usinas. Para Ronaldo Cardoso, superintendente de Manutenção, a planta será fundamental para promover a atualização e capacitação dos profissionais da sua área. "Fazendo uma analogia com a área de operação, guardando as devidas proporções, a planta termo-hidráulica está para os profissionais de manutenção da área de instrumentação e controle, assim como o simulador está para os operadores da sala de controle", explica.

O equipamento conta com uma rede analógica convencional e também padrão digital, o 'Profibus' que é um sistema de conexão que permite conectar mais de um tipo de software de controle e automação industrial. A planta também tem dispositivos que foram inseridos a pedido da Eletronuclear, como controladores programados, transmissores e sistemas de supervisão e sistema de comunicação com plataforma web. "Além de utilizar tecnologia de ponta, ela foi personalizada para melhor atender à empresa", comemora Ronaldo.

A plataforma está sendo montada no Laboratório de Termo-hidráulica e Instrumentação do Centro de Treinamento de Mambucaba. Nas próximas semanas, o Ciitec vai enviar um técnico à central nuclear de Angra para fazer um treinamento operacional de 40 horas com os engenheiros e técnicos que trabalham nas áreas de manutenção e engenharia.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Eletrobras Eletronuclear

> Matéria Seguinte Voltar ao Topo Ir para Fonte Nuclear