Olga Simbalista faz balanço do setor nuclear, da privatização da Eletrobras às obras de Angra 3

(22/07/20) Uma mineira de Belo Horizonte, presença feminina rara no comando da energia nuclear nacional e internacional, a engenheira elétrica Olga Simbalista, conversa pela segunda vez com o blog sobre vários temas que compõem a história brasileira do setor: da privatização da Eletrobras às obras de Angra 3, fazendo análise sobre os efeitos da pandemia do coronavírus (COVID-19) no Brasil e no mundo. Diretora da Associação Brasileira de Energia Nuclear (Aben), nos últimos 21 anos; do Instituto Ilumina e do Board da American Nuclear Society, já recebeu doze prêmios por sua atuação na promoção dos direitos da mulher e, em 2014, e foi eleita Personalidade do Ano 2014 pela WEB da ONU. Com mestrado em engenharia nuclear, Olga Simbalista, comemora 41 anos de trabalho no setor. Recebeu também o Prêmio Full Energy de Personalidade do ano, em 2017 e em 2018. Ela relembra as pressões norte-americanas, quando o Brasil assinou o acordo nuclear com a Alemanha, entre outras questões desafiadoras, como a solução para o armazenamento do lixo atômico. Leia a entrevista aqui.

Fonte: Blog Tania Malheiros

> Matéria Seguinte Voltar ao Topo Ir para Fonte Nuclear