Eletronuclear tenta adiar pagamento ao BNDES

(08/12/17) Empresa, subsidiária da Eletrobrás, tem dívida de R$ 3,5 bi com o banco; próxima parcela vence no dia 15

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

O presidente interino da Eletronuclear, Leonam Guimarães, esteve ontem pela manhã no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para pedir um waiver, uma espécie de renegociação que evita a declaração de inadimplência no mercado, para o empréstimo de R$ 3,5 bilhões que tem com o banco, relativo às obras da usina nuclear de Angra 3. Confira a notícia completa aqui.

Fonte: O Estado de S.Paulo

> Matéria Seguinte Voltar ao Topo Ir para Fonte Nuclear