Operador Nacional do Sistema Elétrico considera o término de Angra 3 fundamental para dar estabilidade à matriz energética

(22/05/18) O dia de hoje (22) será muito importante para a retomada das obras da usina nuclear Angra 3. A Câmara deve votar a Medida Provisória 814, pois ela tem prioridade sobre as outras medidas. O deputado federal Júlio Lopes, que é o relator da medida, está muito otimista quanto a sua aprovação. Para ele, a interação com o governo permitiu que as alterações feitas levassem à aceitação do relatório. A aprovação da medida vai ao encontro de um trabalho minucioso do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), dirigido por Luiz Eduardo Barata, que aponta a energia nuclear fundamental por sua eficiência, confiabilidade e por seus custos atrativos. O trabalho teve o objetivo de caracterizar a importância da usina nuclear Angra 3 no atendimento eletro-energético ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Leia a notícia completa aqui.

Fonte: Petronotícias - RJ

> Matéria Seguinte Voltar ao Topo Ir para Fonte Nuclear